Bom Ano

Chegámos ao novo ano. Não sei se, para todos com alegria ou, pelo menos, com a decisão de o viver saudavelmente.

Parece tão óbvia esta frase.

Até porque saúde é um daqueles desejos que costumamos pedir ao toque das últimas badaladas e, carinhosamente, mais ou menos carinhosamente, pronunciamos nos telefonemas aos nossos amigos, aos mais chegados porque aos outros é através de um qualquer daqueles meios electrónicos da modernidade.

Saúde como antónimo de doença, naturalmente.

Que Deus nos livre duma doença!

É bem verdade.

Mas deixamos muita coisa na mão de Deus, fugindo à nossa quota parte.

Talvez nos falte alguma decisão ou uma verdadeira decisão de viver este ano saudavelmente, de corpo e de espírito, nós humanos por inteiro.

Aliviarmo-nos da carga em que muitas vezes nos deixamos caír, do fatalismo que últimamente nos entra pelos olhos dentro e sobrepor-lhe aquilo que, parecendo pouco, é muito - VIVER.

 

tags:
publicado por portosolidao@sapo.pt às 23:14 link do post | comentar | favorito