Solidão

 

 

 

"Andam predadores á solta no altar, camuflados pelo hábito e celibato. O clero esconde o lixo da pedofilia debaixo do tapete."

 

" Ocultação. Cumplicidade. Choque. Dizem-se mensageiros de Deus que cumprem a sua lei, mas tropeçam, sucumbem ao prazer, ao delito, à podridão. São brutais e desumanos. Nauseabundos".

 

" Não será a altura para repensar seriamente a questão do celibato como um eventual agente potenciador de "desvios", de CRIMES?!"

 

 

Escrito por Raquel Pinto no Expresso de 26/3/2010 sob o título " As bestas na santidade da Igreja".

 

 

 

Talvez possamos reflectir sobre isto. O que escrevemos e como escrevemos. O que, seriamente, pensamos.

 

 

 

 

 

 

 

publicado por portosolidao@sapo.pt às 21:15 link do post | comentar | favorito