Estar só

<< A solidão é um estar só negativo. Quando confundimos estar só com solidão todo o contexto muda. Estar só é algo que tem beleza e grandeza, um carácter positivo; a solidão é pobre, negativa, escura, triste.

Toda a gente foge da solidão. É como uma ferida; dói.  A única maneira de fugir dela é estar no meio de uma multidão, tornarmo-nos parte da sociedade, ter amigos, criar uma família, ter maridos e mulheres, ter filhos. Nesta multidão, o esforço básico é o de esquecer a solidão.

Mas nunca ninguém a conseguiu esquecer.  Você até pode tentar ignorar aquilo que é natural em si- mas não pode esquecê-lo porque o natural manisfestar-se-á sempre. E o problema torna-se mais complexo porque você nunca viu as coisas como elas são; você entendeu que a solidão nasce consigo e que isso é uma certeza.>> em "O livro da Mulher" de Osho

publicado por portosolidao@sapo.pt às 15:40 link do post | comentar | favorito